sexta-feira, janeiro 15, 2010

"O BRADO RETUMBANTE" - Resposta ao texto "Estou Velho"!


Mais um ano começa trazendo expectativas, esperanças, um desejo ardente de mudar a paisagem, seja da própria vida, da vida dos que caminham ao lado, da rua, do bairro, da cidade ou do país.

O que a gente quer mesmo é que o ano venha novo como uma página em branco onde se possa escrever uma nova história, mais próspera, mais agradável, mais feliz.

O que passou passou... fim!

Esse é o desejo de todos, mas nem sempre isso é possível.
E sabe por que?
Porque o momento é de guerra!

Essa página não pode ser apagada porque
o que ficou impresso nela foi escrito com uma tinta que não sai...

É uma página cheia de tristezas causadas por tragédias e violências de toda ordem...

Uma página repleta de corrupções, impunidades, de descasos e desmandos que levaram os homens a sentir a agonia de não ter educação para seus filhos, de não ter como cuidar da sua saúde, enfim, de não ter acesso à uma infra-estrutura adequada e eficiente...

Me dei conta de que este novo ano já chega com duas grandes expectativas: a copa do mundo e as eleições.

Não estou preocupada com a copa do mundo porque para mim, que pouco entendo de futebol, a coisa acaba acontecendo na base da sorte mesmo.
Vou torcer pelo Brasil, é claro, mas pedindo que a sorte, (além de muito trabalho!) esteja com os nossos rapazes!

Já com relação às eleições... aí sim me veio uma sensação de impotência... de desalento...

E pensei: por que todo ano de eleição tem que ser assim? Sofrido... penoso... descrente...

Está na hora de mudar isso!

Fui buscar refúgio e respostas nas palavras harmoniosas do nosso lindo Hino Nacional, como uma oração... e pensei...
Afinal... somos ou não um povo heróico com um brado retumbante?

Bem... um povo heróico... com certeza, porque administrar o dia a dia... só sendo mesmo heróico.

Mas o brado não chega nem perto de ser retumbante! Um leve clamor, uma agitação... talvez.

Constatei que nem sempre damos importância ao fato de que o sol da liberdade brilha em raios fúlgidos no céu da nossa pátria não somente num instante... mas o tempo todo...

Nunca lembramos que a pátria precisa ser amada e idolatrada permanentemente...
Se o sonho intenso, o raio vívido de amor e esperança desce à Terra... onde eles estão que a gente não vê?

O Brasil é realmente um gigante pela sua própria natureza, a gente sabe disso... ninguém é cego.

É belo, é forte, um colosso impávido também...

Mas lá no fundo não sentimos que o futuro espelha toda essa grandeza, mesmo sendo nossa terra adorada, nossa pátria amada!
Mesmo considerando este solo como a nossa mãe gentil...

Não dá mais para se ficar deitado eternamente em berço esplêndido,
ao som do mar e à luz do céu profundo admirando risonhos e lindos campos floridos e bosques que sem dúvida têm mais vida que quaisquer outros no mundo...

O que nós brasileiros desejamos para o novo ano é que a vida no seio desta terra tenha realmente mais amores...

Que a bandeira cheia de estrelas seja o símbolo eterno do nosso amor pelo Brasil e do amor dele por nós

Que o verde-amarelo não somente signifique... mas efetive a paz no futuro...

Porém, a parte deste belo Hino que considero mais importante, diante dos tempos que estamos vivendo e principalmente dos dias que virão é a que desafia as pessoas a lutar pelo Brasil incondicionalmente, oferecendo sua garra, força e determinação.

E para isso é necessário um ingrediente básico, sem o qual nada se realiza: a união

As frases de efeito: “a união faz a força” e “juntos venceremos” nunca foi tão necessária como agora.

É muito fácil, cômodo e egoísta se dizer: vou votar no primeiro que aparecer... não adianta mesmo perder tempo com isso... os desmandos, as safadezas vão continuar mesmo...então qualquer um serve!

Isso tem que mudar!
Fico pensando no quanto as pessoas reclamam e nada fazem...
E eu me coloco entre elas... infelizmente...

Acho que só pode reclamar aquele que realmente se envolve, que sai em busca da verdade, da transparência, da decência de pessoas de bom caráter que se COMPROMETEM e PROMETEM aquilo que sabem que podem cumprir...

Esses sim podem e devem cobrar...

Mas para isso é necessário unir as forças do bem em prol do nosso Brasil brasileiro...

E que a força deste coral seja harmonioso, uníssono e forte!
Só assim faremos com que o brado seja efetivamente retumbante
e acorde todos os brasileiros para uma nova tomada de consciência!
Um brado forte contra tudo e todos que querem tirar a nossa liberdade...

Juntos, unidos e fortes... a gente consegue!

Mas se tivermos que carregar uma cruz que ela valha a pena... e que tenhamos pelo menos um pouco da força que teve o Mestre dos Revolucionários...

Quando terminei de cantar o Hino me lembrei de uma frase de Eduardo Galeano que ouvi outro dia...



“Somos o que fazemos, mas somos, principalmente,
o que fazemos para mudar o que somos”

4 comentários:

Tino disse...

Juliana... Parabéns...!!! fiquei encantado com seu texto "Estou Velho" de "O Brado Retumbante"... É uma pena que você como eu somos uma parcela de uma gotinha que revelamos o quanto somos aqueles que sempre dizem "deixa pra lá pra ver como é que fica". E é exatamente a razão de nosso Brasil ser o que é. Somos latinos, mas não temos a mesma fibra de um latino. O espanhol costuma dizer: "todo povo tem o governo que merece". É exatamente o que acontece conosco. Para esse quadro mudar precisamos de um Lider, enquanto isso não acontecer seremos sempre o país do samba e do futebol e o resto favela...Mesmo assim, Parabéns Juliana, você esta fazendo o papel do beija-flor. Abraços Tino (fcsimao01@uol.com.br)

LUIS disse...

"O BRADO RETUMBANTE"
O MOMENTO É DE GUERRA!
Queremos escrever uma nova história, mais próspera, mais agradável, mais feliz.

Corrupções, impunidades, descasos e desmandos levam os homens a sentir a agonia de não ter educação para seus filhos, de não ter como cuidar da sua saúde, de não ter acesso a uma infra-estrutura adequada e de ver seu planeta ser destruído em nome da ganância.

Eleições nos trazem uma sensação de impotência descrença e desalento.
Por que todo ano de eleição tem que ser assim?
Está na hora de mudar isso!

Nosso lindo Hino Nacional, como uma oração, é um refúgio, e uma fonte de respostas.

Não somos mesmo um povo heróico com um brado retumbante.
Um povo alienado e acomodado, isso sim!
O brado não chega nem perto de ser retumbante.
Lamúrias não levam a nada.

Nem sempre damos importância ao fato de que o sol da liberdade brilha em raios fúlgidos no céu da nossa pátria.

Nunca lembramos que a pátria precisa ser amada e idolatrada.
A capacidade de sonhar parece ter sido ceifada do nosso povo.
Porém, o raio vívido de amor e esperança que desce à Terra, está ao alcance do coração de cada um, pois provém de Deus.

O Brasil é um gigante pela sua própria natureza, belo, e forte; um colosso impávido, mas, não sentimos que o futuro espelha toda essa grandeza.

Precisamos amar a pátria, a nossa terra adorada.
Precisamos mostrar nossa gratidão ao solo que nos acolhe como a nossa mãe gentil...

Não dá mais para se ficar deitado eternamente em berço esplêndido, ao som do mar e à luz do céu profundo.
Nossos lindos campos floridos já não sorriem como antes e nossos bosques temem pela própria vida.

Desejamos que a vida no seio desta terra tenha realmente mais amores...
Que a bandeira cheia de estrelas seja o símbolo eterno do nosso amor pelo Brasil
Que o verde-amarelo desta flâmula efetive a paz no futuro...

Os tempos que estamos vivendo e os dias que virão, desafiam as pessoas a lutar pelo Brasil incondicionalmente, oferecendo sua garra, força e determinação.

Precisamos arquitetar um projeto, adequado aos novos tempos, que nos leve à união!

Quantas pessoas reclamam e nada fazem...
É cômodo e egoísta dizer: “Não adianta perder tempo com isso, pois nada mudará.”.
Isso tem que mudar!

Só pode reclamar aquele que realmente se envolve; que sai em busca da verdade e da transparência.
É necessário unir as forças do bem em prol do nosso Brasil.
E que a força deste coral seja harmoniosa, uníssona e forte!
Só assim faremos com que o brado seja efetivamente retumbante e acorde todos os brasileiros para uma nova tomada de consciência!
Um brado forte contra tudo e todos que querem tirar a nossa liberdade...

Se tivermos que carregar uma cruz, que ela valha a pena.
Busquemos coragem e inspiração no Mestre dos Revolucionários:
Jesus Cristo.

===================================
Juliana:
PARABÉNS COM LOUVOR ! ! !

LUIS disse...

Sinto o mundo passando por mudanças delicadas.
Estamos finalizando muitos ciclos.

Estamos nos defrontando com o inimaginável., com o desconhecido, com aquilo sobre o que, decididamente, não temos nenhum controle

Se por um lado percebemos situações preocupantes, por outro lado, sentimos que parte da civilização vem amadurecendo rapidamente, trazendo em seu cerne, novos valores morais e espirituais.

Parece inevitável quem em pouco tempo dar-se-á uma separação do joio e do trigo.

Algo dentro de nós atingiu a exaustão. Não estamos mais dispostos a aceitar nem pactuar, com mentiras, ilusões, corrupções, desigualdades, violências, abusos de poder, injustiças, omissões, subversões de valores, misérias morais, depredações da natureza.

Por um lado, estamos profundamente indignados. Por outro, estamos cheios de compaixão.

Estamos cada vez mais lúcidos. Lúcidos de tal sorte, que nem a mídia mais insidiosa e persuasiva será capaz de nos enganar.

Nada mais pode deter essa ânsia que temos carregado no peito, por um mundo melhor e mais justo.

É só a ponta do iceberg começando a emergir e emergirá, não importa quanto tempo leve, nem quão acirradas sejam as investidas das trevas e dos trevosos.

Tornou-se imperioso resgatar a dignidade humana.

Neste percurso, encontraremos aqueles imbuídos dos mesmos ideais, e então, de pequenos riachos, nos tornaremos, gradativamente, rios encorpados e poderosos.

A consciência de cada um de nós já está madura e desperta.
Não nos neguemos a ser “sal da terra e luz do mundo” nessa delicada curva que a todos nos espera e que não pode mais ser detida, adiada ou contornada.
===================================
PARABÉNS AUTORA ILUMINADA ! ! !

anahelcias disse...

Resposta ao texo "Estou Velho": Pode apostar que este texto é de alguém da laia do Bornhausen (Lobo disfarçado de Cordeiro. Quanto ao concurso de redação, nunca existiu e a tal jovem ainda não nasceu.